A estrela de Hollywood Will Smith e sua esposa Jada Pinkett-Smith apresentaram neste sábado (06) uma denúncia na Corte Superior de Los Angeles (EUA) contra um investidor que supostamente ameaçou levá-los à justiça pelo fracasso financeiro de um filme, informou o site TMZ.



Segundo o casal Smith, o magnata do setor imobiliário David Grasso acusou-os de não devolver o dinheiro que forneceu para a realização do filme De Caso com o Inimigo (2008), depois que supostamente garantiram o retorno de seu investimento.



O casal assegurou que jamais prometeram que reembolsariam os fundos aos produtores do longa-metragem, escrito e dirigido por Jada, que sequer chegou a ser exibido nos cinemas. O filme foi lançado diretamente em DVD, e a diretora reconhece que é improvável que dê lucro.



O casal fez a denúncia através das empresas Overbrook Entertainment, que representa os filmes de Will Smith, e 100% Womon, de propriedade de Jada.



O objetivo do casal é receber da Justiça as garantias de que não são responsáveis pelas perdas de Grasso pelo investimento na produção.



“Embora tenhamos o costume de evitar este tipo de controvérsia, fomos obrigados a responder a estas ameaças, que não têm fundamento, e às alegações absurdas lançadas pelos assessores do senhor Grasso”, disse um representante do casal, citado pelo TMZ.

Will Smith e esposa denunciam produtor por ameaças

Sem mais artigos