Um dos modelos usados por Steven Spielberg em seu primeiro grande clássico, Tubarão, foi encontrado depois de passar 20 anos desaparecido. Ele estava em um ferro velho na região de Sun Valley, em Los Angeles.

A autenticidade foi comprovada por um dos integrantes da equipe de efeitos especiais do filme, Roy Arbogast. O paradeiro da peça era desconhecido desde 1990, depois que ela foi retirada do parque temático da Universal Studios, onde ficou em exposição por 15 anos.

O modelo encontrado foi o único “sobrevivente”. Outros três – maiores – foram destruídos logo após as filmagens. Curiosamente, Spielberg chamava todos os tubarões de Bruce, em homenagem a seu advogado, Bruce Ramer.

Sem mais artigos