Quanto vale um selfie seu? O do sueco Oscar Gustave Rejlander, um dos pioneiros na arte da fotografia, vale uma grana preta, certamente. Um álbum de fotos do artista, contendo um dos primeiros autorretratos da história (esse aqui em cima), foi vendido por nada menos que 70 mil libras (o equivalente a R$ 274 mil), em um leilão realizado pela casa de leilões Morphets, na Inglaterra.

Os donos do álbum, na verdade, nem sabiam do valor real do que tinham em mãos. Eles pediram um preço de reserva de 100 libras (R$ 387) pelo produto. A casa de leilões, no entanto, achou que o objeto valia mais e estipulou o valor em 10 mil libras (R$ 38,7 mil). No fim, o álbum foi vendido por 70 mil libras. Nada mal, né?

Além do autorretrato de Rejlander, o álbum, considerado um registro histórico importante dos primórdios da fotografia, possui 69 outras imagens, entre elas o da esposa dele e o de Hallam Tennyson, filho do poeta Alfred Tennyson.

No século 19, Rejlander vendeu o objeto para o hidrógrafo George Browing. O álbum foi passando de geração em geração até o seu mais recente proprietário, que não sabia de seu valor.

Na galeria de fotos acima, você vê algumas das imagens do álbum leiloado.

Sem mais artigos