O fotógrafo Emir Özsahin achou um jeito inusitado de ajudar donos que perderam seus animais de estimação. Ele tem fotografado os bichinhos mortos como se estivessem dormindo felizes. A ideia surgiu quando o artista perdeu um grande amigo, há três anos, e a situação o fez pensar sobre a morte e uma forma de poder usar a fotografia para ajudar outros, que assim como ele, passavam por um momento difícil.

O amigo de Emir, na verdade era uma pessoa e não um animalzinho de estimação. O rapaz morreu aos 19 anos em um acidente. “Eu não podia tirar de minha cabeça a imagem de seu corpo coberto por jornais. Enquanto estava tentando me livrar desta imagem, percebi que a imagem dele vivo ia sumindo de minhas lembranças. A última fotografia de alguém não deveria ter sido assim. Eu não queria ter visto aquela foto”, disse o fotógrafo em seu site.

Segundo ele, o projeto fotográfico se concentra em como as pessoas gostariam de se lembrar de seus amiguinhos queridos. “Eu trabalho com animais, porque eles são muito próximos aos seres humanos, eles sentem como nós. Nós os humanizamos e os tratamos como nossos bebês”, explica.

Para executar a proposta, Emir entrou em contato com vários veterinários, pedindo que os donos de seus pacientes participassem do projeto. Depois de conseguir os “modelos”, ele trabalhou em peças de mini móveis, incluindo uma pequena banheira, bercinhos, camas, entre outros. As fotos foram tiradas no jardim de sue pai, em Istambul.

Alguns dos animais estavam em abrigos ou nas ruas e estava muito doentes, sem chances de cura, outros haviam morrido nas mesmas circunstâncias. Após a conclusão do projeto, os bichinhos foram enterrados pelo próprio fotógrafo, que espera que suas fotografias sirvam como um memorial para os animais.

“Eu realmente não tenho certeza se isso é uma fuga ou uma aceitação para mim. Tudo o que sei é que as fotografias têm um efeito positivo sobre mim”, conclui.

Veja algumas das imagens na galeria acima.

Sem mais artigos