Muita gente já levou bronca de mãe quando era criança porque mexeu na caixa de ferramentas de casa para “fazer arte”. Pois bem. O arquiteto e artista David Foster utiliza, justamente, pregos e martelo para fazer seus desenhos incrivelmente detalhados (dá uma olhada na galeria de fotos aqui em cima).

Utilizando uma foto do objeto a ser retratado, David faz um esboço com uma caneta marcadora preta, desenhando pontos para indicar onde os pregos devem ser afixados. Em seguida, a martelação começa.

“É um tipo de arte muito tátil, e quem está vendo vai achar difícil não tocar a obra”, diz David em seu site. “Minha técnica se desenvolveu com o tempo. Agora, eu uso tipos de prego minúsculos, que permitem que as pessoas vejam e interpretem a obra mais de perto e com detalhes. Hoje, eu tenho mais de um milhão de pregos no meu estúdio esperando para serem martelados”, acrescenta.

Sem mais artigos