Mensagem bêbada de madrugada, cutucada no Facebook, curtida em foto antiga do Instagram – só alguns hábitos que mostram a inabilidade da galera na hora de paquerar. Mas tá pensando que isso é de hoje? É nada.

Olha só esses cartões de paqueras do século XIX. São tipo SMS sagazes pra rapazes e moças deixarem claro o interesse mútuo.

O Alan Mays é quem coleciona os cartões. Ele conta que as papeletas eram usadas por cavalheiros e damas “menos formais”, em outras palavras, o povo que curtia uma pegaçãozinha de boa.

No entanto, ele explica que as mensagens funcionavam para quebrar o gelo e, em geral, não eram levadas a sério.

No Flickr do Alan tem mais, vale a pena conferir.

Sem mais artigos