Durante o fim de semana de 26 e 27 de novembro, ladrões passaram pela vizinhança de Nuneaton, em Warwickshire, no Reino Unido, tentando assaltar as casas. Numa das “visitas” entram em uma das residências, mas não encontraram nada de valor. Para deixar uma marca, além de arrombar a porta, resolveram fazer maldades com o animalzinho de estimação dos proprietários. 

A vítima dos bandidos foi a pequena Adele, uma gatinha de 10 semanas que foi, simplesmente, cozida no forno de microondas!

LEIA TAMBÉM: Gatinho é lavado em máquina de lavar e sobrevive

Ao chegarem em casa, mãe e filha (moradoras de uma das residências assaltadas) encontraram a porta arrombada. Não notaram a falta de nenhum objeto, apesar da bagunça nos cômodos. Mas a filha deu falta da gatinha e saiu procurando, não só pela casa, mas também pela vizinhança.

Depois de muito tempo, ao entrar na cozinha, a moça descobriu o que aconteceu a filhote. Ao olhar para o microondas, ela apenas deu um grito e começou a chorar. “Minha filha está absolutamente perturbada. Ela caiu diante do microondas e não parou de chorar”, disse a senhora de 72 anos, mão da dona da gatinha. 

Segundo informações do Daily Mail, não se sabe ao certo como o caso aconteceu, nem se tem notícias dos bandidos, mas a polícia, que está investigando o caso, acredita que os criminosos decidiram executar o animalzinho por não encontrar nada “roubável” na casa. 

Assaltantes assam gatinha no microondas por não achar nada roubável em casa

Sem mais artigos