A tataravó considerada “a mais antiga barmaid do mundo” está prestes a comemorar o seu 100º aniversário, mas, apesar de ter tirado chopes desde 1940, não tem planos de se aposentar. Dolly Saville ainda trabalha três dias por semana em um bar no Hotel Red Lion em Wendover, no Reino Unido, onde é funcionária há 74 anos. O sucesso é tanto que mudaram o nome do estabelecimento para Dolly’s Bar.

A senhorinha começou a tirar chopes quando tinha 26 anos, pouco depois do início da Segunda Guerra Mundial, e estima que serviu cerca de dois milhões de canecos desde que começou. Ao longo das últimas sete décadas, tem servido muitos famosos, como Pierce Brosnan e Elizabeth Taylor.

Há seis anos, aos 94 anos, ainda trabalhava pelo menos seis horas por dia por seis dias por semana e só tirou duas semanas de licença médica em toda a sua vida. Agora, teve que reduzir seus turnos, mas ainda assim passa seu tempo limpando mesas, servindo e polindo os óculos dos clientes. Dolly, que tem três netos, três bisnetos e uma tataraneta, garante que adora trabalhar. “Eu nunca pensei que ficaria aqui todo esse tempo, mas amei cada minuto. Minha família fica perguntando se eu quero parar, mas não tenho planos para me aposentar”, assinala ao Daily Mail.

Dolly fazia pequenos serviços, mas, quando seu marido foi para a guerra, teve que conseguir um emprego para sustentar a família. “Comecei apenas lavando os copos no bar mas passei a servir depois de cinco ou seis semanas. Eu servi Pierce Brosnan quando teve um almoço no hotel, enquanto ele estava filmando um dos filmes de James Bond”, lembra a bartender.

“É uma pessoa incrível: a vida e a alma da equipe. Ainda é jovem no coração e os funcionários a amam”, assinala Martin Howard, gerente do hotel. Hideko Arima, do Japão, era, antes de Dolly, a mais antiga bartender do mundo. A japonesa trabalhou em um pequeno bar no distrito de Ginza, em Tóquio, por 52 anos, até os 101 anos de idade. Faleceu em 2003.

Sem mais artigos