O maltês de quatro anos de idade tem nome de gente e foi mutilado de forma cruel. Fabio costumava pular a cerca de arame do quintal da casa onde vivia em Miami, mas seu dono não gostava nada nada das fugidinhas do cãozinho e cortou seus pézinhos traseiros como castigo!

Resgatado pelo centro de zoonoses da Florida, EUA, Fabio agora receberá um par de próteses para que possa voltar a andar normalmente e explorar o mundo. 

Segundo Joanis Ellis, responsável pelo abrigo para onde Fabio foi levado, provavelmente, o animal foi amarrado e teve suas patas cortadas, supostamente, por um facão, logo acima das articulações – equivalente ao tornozelo nos humanos. 

Para dar seguimento ao tratamento, iniciado no mês passado quando foi encontrado, o cãozinho aventureiro foi levado a uma clínica especializada em Nova Orleans, onde um pônei recebeu tratamento semelhante, após perder uma das patas na passagem do furacão Katrina. Logo depois, Fabio volta ao abrigo onde interessados poderão adotá-lo. 

Sem mais artigos