Uma cadela de Sioux City, cidade localizada no estado norte-americano de Iowa, fugiu de casa no dia 12 de Fevereiro e foi encontrada quase um mês depois, muito mais magra e assustada. Mas o resgate de Ivy foi bastante atípico: ela foi avistada em outro estado, a 160 km de seu lar.

De acordo com o jornal Omaha World-Herald, o pet viajou sozinho por 23 dias até chegar em Omaha, no estado de Nebraska. Ela sobreviveu a um dos períodos mais frios que a região enfrentou em 25 anos. Lembrando que atualmente é inverno no hemisfério norte.

Ivy conseguiu ser recuperada graças às denúncias de moradores à associação de animais Nebraska Humane Society.

A organização relatou em um post no Facebook que foi difícil capturá-la, pois o pet tentava fugir a cada aproximação dos profissionais e dos próprios moradores.

“A cada dia que um cachorro passa fora de casa, ele fica mais assustado”, contou a fundadora da organização Animais Perdidos da Área de Omaha. “Cada vez que uma pessoa tenta se aproximar, ele se assusta ainda mais… Quando um cão se perde, tudo é estranho para ele”, completou, explicando que raramente um animal consegue ser capturado sem o uso de armadilhas seguras.

Por mais que diversos moradores tenham tentado resgatar Ivy ao longo do trajeto, ela só conseguiu ser capturada por profissionais da Nebraska Humane Society, que utilizaram comida para atraí-la até uma garagem.

Ivy foi encontrada com sete kg a menos, pesando apenas 13 kg. Com a perda de peso, uma de suas patas frontais atravessou a coleira, e a fricção causou uma ferida, que está sendo tratada. O animal já se encontra em segurança em sua casa.

“Graças a Deus ela tinha uma identificação na coleira”, afirmou a organização. “Ninguém sabe como ela foi parar tão longe de casa, mas temos certeza que ela está feliz que esta jornada acabou”, finalizaram.

Sem mais artigos