Profissão: “testadores” de destinos de lua de mel. Sim, este cargo existe e é ocupado pelo casal Lucy e David Benton-Jones. Eles já tiveram mais de 40 luas de mel em 10 anos de casados, e o melhor, não gastam um centavo sequer para viajar a lugares luxuosos e paradisíacos. 

Eles aproveitam tudo o que de melhor há nos pacotes turísticos de lugares selvagens da África até praias incríveis do Caribe: passeios de barco, champanhe, hospedagens ao ar livre ao lado de leões, etc. 

“É muito divertido. Nós temos o melhor que eles podem oferecer para que levemos clientes até eles. Somo tratados como VIPs”, explica David ao “Daily Mail”. 

Segundo o jornal britânico, o casal se conheceu em uma festa em Londres. Foi amor à primeira vista. E logo em seguida, decidiram criar sua própria agência de viagens. 

“Eu a conheci e disse que queria começar no ramo de viagens. Tivemos interesses semelhantes de cara e, uma semana depois, ela voou para o Quênia comigo. Quando você está encalhado no meio da África, com alguém é que você realmente conhece a pessoa. Foi assim que nasceu nossa empresa, a Ultimate Honeymoons, e somos inseparáveis desde então”, diz o empresário de 35 anos. 

Quando não estão viajando pelo mundo, a dupla toma conta de seus três filhos Inca, de 5 anos, Bea, 4, e Tarka, de nove meses. Graças ao “emprego dos sonhos”, eles puderam ficar em lugares como o que o príncipe William e a duquesa de Cambridge, Kate Middleton, passaram sua lua de mel em 2010. Cada noite no resort de luxo, que fica em North Island, no sul da África, custa £ 3.500 (R$ 10.726).

Outros destinos visitados pelo casal foram Ilhas Maurícias e Maldivas, Dubai, Omã, África do Sul, Botswana, Quênia, Tanzânia, Marrocos, Zanzibar, Moçambique, Tailândia, Bali, Malásia, Sri Lanka, México, Antigua, Turquia, Barbados, Granada, Ilhas Virgens Britânicas, França e Itália. Na maioria desses lugares, a hospedagem foi em resorts. 

David ainda lembrou que em uma das luas de mel, ele a mulher foram acordados por um elefante, que passeava tranquilamente, esmagando coisas no caminho para a cozinha. No mínimo exótico. 

Sem mais artigos