Chinês dono de conglomerado morre em queda na frança

O presidente e co-fundador de um dos maiores conglomerados da China, HNA, morreu de uma queda acidental enquanto viajava pela França, de acordo com a empresa.

A HNA informou nesta quarta-feira que Wang Jian, 57 anos, caiu e morreu de seus ferimentos na terça-feira na Provence, sem fornecer mais detalhes de sua morte.

A imprensa francesa informou que um turista chinês de 57 anos morreu depois de cair das escadas de uma igreja na vila de Bonnieux, na terça-feira, enquanto tentava tirar uma foto.

Outros relatos disseram que Wang havia caído de um penhasco enquanto tirava sua foto. A polícia disse que eles não estavam tratando sua morte como suspeita.

A HNA, proprietária da Hainan Airlines, já simbolizou o apetite das empresas chinesas por ativos fora da China.

Sem mais artigos