Mike era um cão obeso. Ele foi levado a uma espécie de spa canino quando seu dono morreu. O bichinho mal conseguia andar 100 metros, já que precisava arrastar nada menos que 60 kg de corpanzil, e isso estava acabando com os ligamentos de suas patas. Sete meses depois da “internação” ele emagreceu 38 kg e agora está elegante novamente.

O “projeto verão” aplicado no labrador, que tem três anos, foi bem puxado: suas três refeições diárias, à base de alimentos humanos, foram substituídas por duas latas de comida canina e as guloseimas trocadas por cenouras cruas. Além disso, o cãozinho ainda iniciou uma verdadeira maratona na academia, com natação e outros exercícios.

“Ele podia comer praticamente qualquer coisa. Toda a equipe ficou muito animada ao saber que Mike estava voltando ao centro de reabilitação para uma visita. Nós tínhamos ouvido falar que ele havia perdido peso, mas vê-lo em carne e osso é incrível. Ele tem uma cintura, agora!”, comemorou a veterinária Ella Tonge, que faz parte da equipe que cuidou do tratamento do cachorro, no Dogs Trust Loughborough, do Reino Unido.

Segundo ela contou ao “Daily Mail”, a situação de Mike era muito perigosa. A alimentação com comida humana é muito prejudicial aos animais. “O que é bom para nós, não é bom para eles, especialmente quando a dieta é combinada com nenhum exercício”, destacou.

Em fevereiro os novos donos de Mike, Hannah Hollland e Paolo Terzaga (que o adotaram depois de sua chegada à clínica), o levaram para uma cirurgia de correção na perna. Agora ele passa horas por dia andando, correndo e brincando na casa deles em Nottingham.

“Quando ele chegou à clínica no início de 2013, ele era tão grande que não podia entrar na piscina de hidroginástica, pois não cabia. Mas agora, com sua nova forma, ele é capaz de tirar o máximo de proveito do tanque, o que o ajuda a reconstruir sua força e garantir que ele continue distribuindo peso uniformemente”, explica a veterinária.

“Mike sempre foi um menino brilhante e feliz, mesmo quando ele tinha quase o dobro do tamanho que tem hoje. Ele só queria dizer ‘Oi’ a todos. Ele ainda está se recuperando de sua operação nos ligamentos e acaba de recomeçar a hidroterapia, algo que ele realmente parece gostar. Ele parece muito mais feliz, agora, se locomovendo com mais facilidade”, comemoram os donos de Mike.

Sem mais artigos