Ela é a dona de tudo/
Ela é a rainha do lar

No Dia das Mães, a gente acaba refletindo um pouco mais sobre a relação com aquela mulher que te criou com muito amor, e é natural lembrar-se de momentos de ternura. Momentos em que mostramos nossa criatividade, nossa irreverência, e alteramos a harmonia da casa.

Mamãe, mamãe, mamãe/
Eu te lembro o chinelo na mão

Sim, sua peste, eu tô falando com você. A sanidade mental de sua mãe foi posta à prova desde o seu nascimento, e foram muitas as vezes que ela achou que não ia dar conta e fugir pra Honolulu. O Virgula Inacreditável foi atrás de pessoas com histórias divertidas de surto materno para contar, e você pode conferir ali na galeria acima – e, por que não, contar a sua nos comentários? Se liga nos causos!

P.S.: A gente não apoia a técnica da palmada, porém é importante notar que os tempos eram outros na época das histórias.

Sem mais artigos