O que mais se escuta no Dia Nacional de Combate ao Fumo é: pare de fumar, blá, blá, blá. Muito fácil falar. Se só falar adiantasse, não existiriam drogados e ladrões, por exemplo. Por isso, resolvemos vir aqui com algo além, algo que pelo menos te mostre um caminho melhor e diferente para parar de fumar. Portanto, eis aqui uma listinha de metas, algumas até bem curiosas, que podem te ajudar nessa difícil empreitada. Pegue sua força de vontade e vamos lá.

1 – Se você fuma porque isso te dá mais energia (e acreditem, isso é comprovado cientificamente, não é lorota), tente buscar outras atividades que te dêem prazer semelhante. Exemplo? Praticar esportes ou sexo.

2 – Se você se sente viciado no ato de segurar um cigarro nas mãos, procure praticar alguma atividade manual, como pintura, carpintaria, costura ou aprenda algum instrumento musical. Além de te ajudar no combate ao cigarro, cultura a mais sempre é bem vinda.

3 – Faça uma lista com todos os males do cigarro e deixe cópias delas por todo lugar que você passa. Quem sabe você não se sinta intimidado com tanta informação negativa a respeito do assunto na sua frente.

4 – Faça uma pequena lista das coisas que você gostaria de comprar e o valor delas. Em seguida escreva quantos maços de cigarros seriam necessários para deixar de comprá-las. Olhe todos os dias.

5 – Nunca fume no momento em que te dá aquela forte vontade de fumar. Tente se distrair pelo menos nos primeiros três minutos. Se conseguir, tente não fumar nos primeiros cinco e assim por diante. Você verá que a vontade passa.

6 – Não pare de fumar do nada. Marque uma data para parar e até lá vá diminuindo o número de cigarros diários, nem que seja um a menos por dia. Assim é mais difícil você voltar a fumar, pois você já vai se acostumando com a idéia aos poucos.

CALMA QUE AINDA TEM MAIS. CONTINUE LENDO!

Sem mais artigos