Robert Butler Jr.,17, abriu fogo contra colegas na quarta-feira (05), matando o diretor da escola em Omaha, Nebraska. Ele usava a arma do seu pai, que é policial.

Apesar de ter atirado no meio da galera e trancado todo mundo, ninguém mais ficou ferido. O garoto fugiu de carro, mas desencanou da correria e se matou cerca de 1,5 km depois.

Ele postou no Facebook uma explicação inflamada com os motivos para o rompante de agressividade. Ele tinha sido transferido recentemente e a nova escola seria um dos principais motivos pela sua violência. O garoto escreveu também que as pessoas iam ouvir falar sobre as coisas “ruins” que ele fez.

“Peço desculpas a todos que me conheciam antes, mas Omaha f**** com a minha cabeça, e a escola que eu frequento é ainda pior”, diz trecho da mensagem. “Quero que vocês se lembrem de mim pelo que eu era antes. Eu arruinei as famílias afetadas e eu sinto muito. Adeus”, conclui o adolescente.

Conhecidos disseram que ele era uma pessoa extrovertida, engraçada e de fácil convivência, nunca parecendo ser bravo.

E você aí que comemorou a morte do diretor, vá procurar ajuda de um psicólogo!

via Daily Beast

Diretor morre depois de tiroteio em escola

Sem mais artigos