Em uma reflexão sobre a convergência na sociedade contemporânea, que aponta para o intercâmbio de papéis entre homens e mulheres, Bohyun Yoon criou uma performance chamada Fusão.

O artista de origem coreana utiliza uma ampla gama de materiais, incluindo vidro, espelhos e vinil. Yoon aponta que seu trabalho explora as imagens do corpo humano em termos de identidade, sexualidade, gênero e cultura, mas também versa sobre os limites do corpo e da comunicação.

Confira no vídeo!

Sem mais artigos