Pelo menos 33 pessoas morreram nesta segunda-feira e 52 ficaram feridas após a explosão de uma bomba e de um carro-bomba em um mercado popular da cidade de Kut, sudeste de Bagdá, informaram à Agência Efe fontes da Polícia local.

As fontes explicaram que entre os feridos estão mulheres e crianças, e que o estado de alguns deles é grave.

As explosões, que ocorreram de maneira consecutiva, causaram grandes danos nas lojas do mercado e em algumas propriedades privadas.

Após o duplo atentado, membros da Polícia e do Exército se deslocaram para o local do incidente e fecharam todos os acessos ao mercado por temor de que ocorram mais ataques.

O atentado de Kut é o mais sangrento cometido nas últimas semanas no Iraque.

Por outro lado, pelo menos três policiais morreram e outros dez ficaram feridos em um atentado perpetrado por dois suicidas que levavam cinturões de explosivos grudados ao corpo perto do departamento da luta antiterrorista no centro da cidade de Tikrit, capital de província de Salah ad-Din, ao norte de Bagdá.

Os dois suicidas, que portavam carteiras de identidade falsas de membros dos serviços secretos iraquianos, dispararam com pistolas com silenciadores contra dois guardas de segurança que vigiavam o prédio, e em seguida aconteceram confrontos entre os agressores e a Polícia.

Duplo atentado no Iraque deixa pelo menos 33 mortos e 52 feridos

Sem mais artigos