O escritório do ex-presidente dos Estados Unidos George H.W. Bush cometeu uma gafe neste domingo ao pensar que o ex-presidente sul-africano Nelson Mandela tinha morrido e enviou um comunicado de imprensa com suas condolências, de acordo com o jornal “Politico”.

O comunicado, postado no site do jornal, foi enviado por Jim McGrath, porta-voz de Bush pai, e no qual o ex-presidente e sua esposa, Barbara, lamentam o “falecimento” de Mandela, a quem chamaram de “um dos grandes crentes na liberdade”.

Mandela “foi um homem de grande coragem moral que mudou o curso da história em seu país”, diz o comunicado.

Após se dar conta do erro, McGrath enviou outro comunicado por e-mail e através do Twitter no qual argumenta que sua gafe se ocorreu por causa de uma informação que viu no jornal “The Washington Post”, segundo o “Politico”.

Mandela deixou hoje o hospital da cidade de Pretória no qual estava internado desde o dia 8 de junho e foi levado para sua casa em Johanesburgo, onde receberá tratamento intensivo, já que seu estado continua sendo “crítico e às vezes instável”.

Escritório de Bush pai erra e envia condolências por "morte" de Mandela

Sem mais artigos