A fotógrafa dinamarquesa Suste Bonnén, de 65 anos, criou uma série fotográfica bastante inusitada. Ela tem registrado o primeiro respiro dos bebês, assim que saem da barriga de suas mães, na hora do parto. A profissional, que retrata pessoas há 30 anos, teve a permissão do Hospital da Universidade de Copenhague e das mães para fazer os registros impressionantes.

“Ao longo da minha carreira, o carinho entre pais e filhos, irmãos e amigos tem sido meu tema preferido. Eu retrato chefes de estado, políticos, celebridades e empresários, mas a família é algo que sempre me impressionou mais, explicou a fotógrafa ao “Daily Mail”. Conforme a fotógrafa, ao fazer os retratos no parto, o que mais a intrigou foi a detecção do amor à primeira vista, perceptível logo no primeiro suspiro do bebê.

“Quando surgiu a ideia, eu tive a sorte de ter um acesso exclusivo e sem precedentes na maternidade, onde acompanhei mais de 20 cesarianas, usando apenas as luzes do centro cirúrgico para fotografar os bebês, sem nada de flash. Assim como os pintores renascentistas holandeses, minha capacidade de usar a configuração de luz como um elemento chave para a fotografia me trouxe muitos elogios”, contou.

Ela diz que foi um grande desafio usar apenas a iluminação utilizada pelos médicos, aprendendo a trabalhar apenas com o que já estava no “cenário”. “Eu admito que as imagens são profundamente controversas, uma vez que de um lado estão muito sangue e fluídos corporais, mas por outro lado, há um testemunho raro e verdadeiro para a maravilha que é a mágica da vida”, emociona-se.

Clique nas imagens acima e veja os bebês em seu primeiro respiro para a vida.

Sem mais artigos