Sultan Kosen, o homem mais alto do mundo

| Créditos: gabriel quintão
| Créditos: gabriel quintão
| Créditos: gabriel quintão
| Créditos: gabriel quintão
| Créditos: gabriel quintão
| Créditos: gabriel quintão
| Créditos: gabriel quintão
| Créditos: gabriel quintão
| Créditos: gabriel quintão
| Créditos: gabriel quintão
| Créditos: gabriel quintão
| Créditos: gabriel quintão
Sultan Kosen, o homem mais alto do mundo, tem dificuldades de locomoção, e fez esforço até para descer da van | Créditos: gabriel quintão

O homem mais alto do mundo, Sultan Kosen, está em São Paulo e passeou pela Avenida Paulista. O turco de 2,465 metros de altura veio ao Brasil como parte da divulgação da edição 2011 do Guinness Book, o livro dos recordes.

Nascido em Mardin, uma cidade milenar na costa da Turquia, Sultan começou a crescer sem limites aos 10 anos. Um tumor na glândula pituitária fez com que ele continuasse produzindo hormônios do crescimento. Em 2007, aos 24 anos, ele foi submetido a três cirurgias para a retirada do tumor e finalmente parou de crescer.

No Brasil por uma semana, ele elogiou belezas naturais e disse que o povo brasileiro é muito quente e alegre. Depois de conhecer a apresentadora do Pânico, Sabrina Sato, que sentou em seu colo e deu um selinho nele, qualquer um fica feliz… (perdeu o Pânico? Veja o vídeo no final da matéria)

Mas como um bom rapaz muçulmano que é, o sonho de Sultan é se casar com uma garota (uma só, garante ele) e ter dois filhos. Apesar de dizer que não se importa com a estatura das pretendentes (e jogando um charme para uma das jornalistas), Sultan confidenciou que tudo em seu corpo é proporcional. Tarefa difícil!

Sultan disse que sofria muito preconceito por sua diferença de altura. “Eu não saía do quarto, tinha muita vergonha”, contou o gigante. Sem poder trabalhar ou sequer terminar os estudos, Sultan acabou encontrando sua saída através do Guinness Book, como contou a juíza do Guinness, Seyda Suabsi-Gemici. “Quando jovem ele era tímido, não sabia lidar com a situação. Agora ele viaja o mundo todo representando seu país e divulgando o livro. O Brasil é o 36º país que ele conhece!”, contou Seyda.

O gigante turco aproveitou para deixar um recado para as pessoas que se sentem diferentes: “Tem muitas pessoas diferentes no mundo, altos, baixos, gordos, magros… Tem que saber ser feliz como você é”.

Gigante de 2,46 metros, Sultan Kosen visita a Av. Paulista

Sem mais artigos