Pai e mãe. Sempre um assunto complicado de se tratar. Pior ainda quando os pais em questão são seus sogros. É um tal de toma lá, da cá sem fim. Você fazendo de tudo para não colocar seu amor contra os pais e eles fazendo de tudo para ferrar o namoro de vocês.

Calma, porque seus problemas vão acabar. Nas linhas a seguir, nós vamos te proporcionar momentos de puro prazer. Um guia completo sobre como agir com os sogrões em casos de: calúnia, lorota, difamação ou qualquer outro sinônimo que se encaixe.

Situação 1 – A calúnia
Aniversário de namoro. Vocês combinaram de ir ao motel. Vocês disseram que iam ao cinema e, depois, um jantarzinho romântico (claro, é necessário mentir, porque os pais dela não admitem que a “criancinha” faça sexo). O tempo está marcado, porque vocês vão viajar com a família dela, nada pode dar errado. De repente, seu celular toca e, no visor, aparece o número da sua sogra. Ela diz que vocês precisam sair logo, para não pegar trânsito. Detalhe: você não vai com seu carro, porque está sem grana para a gasolina.

Vocês ameaçam começar uma discussão, mas desistem, já que não vale a pena brigar em pleno aniversário de namoro. Voltam para casa. Chegando lá, seus sogros nem começaram a fazer as malas e alegam que mudaram de idéia porque “deu no jornal” uma notícia dizendo para as pessoas que vão viajar deveriam programar a saída para depois das dez da noite.

Situação 1 – A solução
Respire fundo para não falar tudo o que você quer para os seus sogros. Olhe para eles com aquele olhar fulminante de quem diz “vou te matar”, mas, ao mesmo tempo, com um sorriso angelical, que demonstra todo o seu amor e fale: “que pena, queria tanto ir para lá agora. Mas, já que não deu, nós vamos ao cinema! Fiquem tranqüilos, antes das dez estarem de volta”.

Situação 2 – A lorota
Mesmos pais, mesmo casal. Aquele outro problema já foi resolvido e esquecido. A relação entre você e seus sogros é a melhor possível agora. Você foi convidado a jantares e festas de família. Mas, como já era de se esperar, quando a esmola é demais, o santo desconfia.

Você e sua namorada estão sozinhos na casa dela. A sogrona disse que vai ficar até mais tarde no trabalho. Como vocês não são bobos, fizeram o que tinha que fazer antes e ficaram assistindo a um filme. A mãe dela chegou de mansinho (bem antes do horário que tinha dito que ia chegar) e tentou dar um flagra em vocês. Em vão! Completamente insatisfeita, a sogra diz para o sogro que pegou vocês dois no maior amasso, mesmo tendo proibido que ficassem sozinhos em casa.

Situação 2 – A solução
Como diz o ditado, “depois da tempestade vem a bonança”. Fique um tempo sem ir à casa dela. Espere um domingo que tenha um jogo importante do time do sogrão. Apareça lá e comece a puxar um papo sobre futebol. Mesmo que o time dele esteja em último na tabela, puxe aquele saco, dizendo que estão melhorando. De leve, dê umas cutucadas, afirmando que você nunca fez nada que desrespeitasse a casa e a filha dele. Mas, seja sutil, pois a fera pode te atacar!

Situação 3 – A difamação
Almoço na casa da avó dela. Você chega lá e uma lasanha fantástica está te esperando, quentinha, com a mussarela borbulhando. A vovó é uma gracinha. Mesmo que a comida dela estivesse terrível, você comeria com prazer e diria que está uma delícia. Eis que surge a sua sogra e solta a seguinte frase: “espero que você goste da comida desta vez, né, querido? Porque da última seus comentários não foram nada bons”. Você não sabe se cava um buraco no chão e enfia a cabeça nele ou se da um cuspida mesmo, para ver se você consegue se afogar.

Situação 3 – A solução
Responda no ato: “ué, acho que você está enganada. Se eu bem me lembro, você disse que aquele peixe do último almoço estava com um sabor terrível”. Coma a lasanha e demonstre que você está se deliciando. Ao fim da refeição, agradeça à vovó olhando para sua sogra. Lembre-se que a avó dela pode ser sogra da sua sogra. Portante, o choque entre as duas seria muito maior.

Em caso de sinônimos para estas situações, aplique à que mais se adeqüar. Mas, cuidado: este guia pode causar um grande estrago. Portanto, a não ser que você queira apertar o botão “autodestruição”, use moderadamente.

Sem mais artigos