Você tem noção de que, no começo do século 20, as pessoas tratavam depressão fazendo um buraco no seu crânio (sim, estamos falando de lobotomia)? Ou que a heroína já foi usada para “curar” tosse? Pois bem. Neste domingo (18), comemora-se o Dia do Médico, e temos é que agradecer muito pelo avanço dos procedimentos e tratamentos em medicina.

Nos últimos cinquenta anos, houve sensíveis melhorias na tecnologia de obtenção de imagens do corpo, foram desenvolvidas vacinas que salvam vida (como a da meningite e da poliomelite) e, nas escolas de medicina, tem se dado cada vez mais ênfase ao tratamento humano e à qualidade de vida dos pacientes.

Na galeria aqui embaixo, a gente reuniu alguns tipos de tratamento que, hoje, soam como coisa da idade da pedra. Olha só.

Sem mais artigos