Malaio montou museu de garrafas em casa

Um malaio passou os últimos 15 anos, dos seus 74, recolhendo garrafas no mar e guardando na sua casa de madeira. Ao todo, Tengku Mohamad Ali Mansor juntou cerca de 9.000, de todos os tipos, cores e tamanhos.

O número enorme dos objetos fez com que Tengku tivesse a ideia transformar parte do seu lar em um verdadeiro museu. No local, há até duas mensagens expostas, que foram encontradas dentro das garrafas.

Tengku é um ex-militar e sempre se preocupava com o bem-estar do povo de seu vilarejo. Quando começou a recolher as garrafas a ideia era, justamente, para que as pessoas não se cortassem, já que muitas eram de vidro.

Mas a atividade do malaio com o passar do tempo foi se tornando hobby até ter a ideia da criação do museu. O local já começou a receber um número considerável de visitantes.

Sem mais artigos