Um jovem de 24 anos foi detido nesta segunda-feira (27) nos arredores de Buenos Aires acusado de assassinar a punhaladas a filha, a irmã e a avó de sua ex-companheira, de acordo com fontes da polícia local.

 

As três vítimas, de 6, 16 e 76 anos, foram encontradas mortas em uma casa da cidade de Benavídez, na província de Buenos Aires, para onde o acusado foi para conversar com a ex-companheira, a quem não encontrou, segundo as fontes.

A mulher, identificada como Romina Martínez, de 26 anos, tinha decidido separar-se do homem após quatro anos de relação e uma filha em comum e há uma semana teria deixado a casa onde viviam.

O detido, identificado como Juan Carlos Cardozo, de 24 anos, e que tem antecedentes de violência doméstica, teria se enfurecido ao não encontrar a ex-companheira e por isso assassinou as três mulheres.

As vítimas foram identificadas como Nilda Ludovica Ham, de 76 anos, sua neta María Florença Martínez, irmã de Romina, de 15, e sua bisneta, Marisol Martínez, filha de Romina, de outra relação, de seis.

As três mulheres foram encontradas com múltiplos ferimentos de faca de cozinha, em um corredor de sua casa, depois que um vizinho escutou os gritos das vítimas e alertou à polícia. 

Homem é preso na Argentina por matar filha, irmã e avó de ex-companheira

Sem mais artigos