Infestação de ratos obriga prisão na Austrália a ser evacuada

Uma infestação de ratos no estado de New South Wales, Austrália, foi o motivo para a evacuação de mais de 400 prisioneiros e 200 profissionais que estavam no Centro de Correção Wellington nesta terça-feira.

A saída dessas pessoas do local se deu para que seja possível fazer reparações na infraestrutura da prisão. Hoje, comissionário Peter Severin disse a imprensa que os prisioneiros serão transferidos para outras prisões e, os profissionais, serão temporariamente realocados em outras unidades.

“A saúde, segurança e bem-estar de nossos colaboradores e prisioneiros são a nossa prioridade número 1, então é importante para nós agirmos agora para darmos continuidade as obras de reparação”, disse Severin. Não há previsão para que o local volte a funcionar.

Desde agosto do ano passado, o leste australiano tem sido castigado por infestações de roedores em casas e fazendas, graças ao aumento das chuvas na região.

Sem mais artigos