Ostentando orgulhosamente os veículos que roubaram, dois criminosos ingleses estão concorrendo ao título de ladrões mais estúpidos da Grã-BretanhaJonathan Dougan, de 26 anos, e Matthew Murphy, de 23, levaram motos, carrões e garrafas de champanhe de casas de suas vítimas em ações criminosas realizadas no intervalo de sete meses.

Mas a identidade da dupla – ambos então em liberdade condicional – foi descoberta quando eles postaram dezenas de imagens incriminatórias no Facebook. Quase 50 fotos foram postadas, com os dois bandidos se gabando de seu saque e se vangloriando por trabalharem na empresa “Eu Mesmo”.

A partir de uma indicação de uma das vítimas, os policiais tiveram apenas o trabalho de fazer o download de todas as provas que precisavam. Eles vão ter muito tempo para refletir sobre sua estupidez. Nesta quinta (20) à noite, os dois homens, ambos de Salford, já estavam atrás das grades depois de serem condenados a nove anos e quatro meses de prisão.

Uma fonte da polícia disse que há meses que eles realizavam ataques sistemáticos nas casas das pessoas, acumulando várias motos e carros de luxo. “Esperamos que, quando eles saírem da prisão, percebam que a vida do crime não é seu ponto forte”, assinala ao Daily Mail.

Os ladrões haviam sido condenados a 9 anos de prisão em 2008 após o uso de bastões de beisebol e facas para realizar uma série de assaltos à mão armada. Mas saíram em 2012, depois de cumprir metade da sua pena de prisão, e voltaram para o crime.

Em sua mais recente onda de roubo na área de Manchester, entre novembro de 2012 e junho 2013, realizaram pelo menos 15 ataques. Eles queriam veículos de alto valor, como um Mercedes E820 que custa cerca de 100 mil reais.

Mas, em junho do ano passado o proprietário de uma moto que eles roubaram foi avisado que Dougan postou uma foto montado em sua KTM. A polícia então descobriu um verdadeiro tesouro de provas, bem como uma foto de Dougan vangloriando-se com uma nota de 50 euros presa à cabeça. Os dois ladrões declararam-se culpados na Corte da Coroa de Manchester por associação para o crime.

Sem mais artigos