Robert Michelson, 21, um rapaz americano de Farmington, Connecticut, estava pensando em cultivar um pé de maconha. Ele comprou sementes e todo o resto do equipamento necessário. Mas no último momento ele hesitou: Será que ele ia se meter em encrenca por isso? Marijuana é ilegal, mas e quanto a uma simples plantinha? quais seriam as consequências disso? Michelson se perguntava. Ele podia ter buscado no Google, mas quem pode confiar na internet hoje em dia? No fim das contas ele decidiu perguntar direto para a fonte, a polícia.

“Eu tenho uma pergunta”, disse ele à telefonista do 911. “É uma emergência, senhor?”, perguntou a oficial. “Depende”, respondeu um pensativo Michelson. E aqui vai o resto da conversa:

“Eu tenho uma questão legal”.
“É uma emergência?”.
“Eu não sei o que isso significa”.
“É perigo de vida ou um crime em andamento?” perguntou a telefonista, um pouco nervosa.
“É um crime em andamento, possivelmente”, respondeu Michelson.
“Ok”.
“Eu estou cultivando um pouco de maconha, queria saber quanto problema eu posso ter por um pé”.
A telefonista fica muda por alguns segundos.
“Você está cultivando maconha”, disse vagarosamente a telefonista, que mal conseguia segurar a risada. “E você quer saber… Depende do tamanho da planta”.
“É apenas um broto”.
“Bem, é posse. Você pode ser preso até por uma ponta no seu carro”.
“OK, obrigado pela informação” encerra Michelson.

Mais tarde os policiais chegaram à residência de Michelson e o prenderam. Aí ele descobriu exatamente o tamanho da encrenca pela posse de um brotinho de maconha e um monte de parafernália. Ele foi liberado sob fiança de US$5 mil.

Via MSNBC

Maconheiro liga para a polícia e acaba preso

Sem mais artigos