Traumatizado pelo bullying que sofria durante as aulas de natação da escola, ou embriagado durante um spring break, um rapaz portador de um par de mamilos que lembravam espinhas não-inflamadas, resolveu tatuar uma auréola mamilar mais voluptuosa.

Sem camisa, o rapazote com cara de surfista mostra sua satisfação depois de tatuar o peito. Se a garotas podem estufar os seios com silicone, que mal tem em aprimorar um mamilo subdesenvolvido?

E você querido leitor, concorda com a polêmica?

Sem mais artigos