Marina Joyce disse que quer se tornar uma deusa

Facebook/Reprodução Marina Joyce disse que quer se tornar uma deusa

Você deve se lembrar de Marina Joyce, aquela youtuber que criou uma grande polêmica há algumas semanas quando a internet começou a suspeitar que ela estivesse sofrendo com abuso, agressões e sendo mantida em cativeiro. O caso, um dos mais bizarros dos últimos tempos, repercutiu no mundo inteiro, inclusive no Brasil.

Agora, a inglesa de 19 anos voltou a causar com um post no mínimo estranho.

Na noite deste domingo (7), Marina foi até o Faceb0ok e disse estar considerando abrir um santuário e se tornar “um deus como Buda”. Ela, inclusive, pediu que seus seguidores passem a chamá-la de “Deusa Marina”.

“Eu escrevi em meu Twitter que queria ser um deus como Buda e que eu quero que as pessoas me chamam de Deusa Marina de agora em diante”, disse ela.

A youtuber continuou: “a razão pela qual eu quer que me chamam de “Deus” é porque acredito que todo mundo é um deus, mas especialmente meu trabalho seria iluminar e ajudar outras pessoas. O poder de Deus é para ajudar outras pessoas e esta é a minha vontade, ajudar os outros na terra e depois podemos criar uma comunidade de seres intelectual superiores que podem mudar o mundo com um clique de um dedo. Salvar o mundo, salvar a pobreza, salvar animais sendo abatidos, salvar o mundo de quaisquer problemas que possam ocorrer ou estão ocorrendo”.

Veja abaixo a íntegra do post:

”Marina, a deusa do amor
Eu escrevi em meu twitter que queria ser um Deus como buda e que eu quero que as pessoas me chamam de Deusa Marina de agora em diante
Existe uma razão especial por trás disso
Encontrei alguns segredos sobre a vida e eu sei que ainda posso contatar os humanos durante o pós-vida. Eu quero me tornar uma Deusa porque quero um dia criar um templo e um santuário onde serei conhecida como ”Deus do santuário”, porque eu gostaria de passar meu tempo com pessoas desenhando artes, fazendo meditação, compreendendo as pessoas, ajudando-os com os seus problemas, ajuda-lo a encontrar ajuda e orientação espiritual, trazendo-os para mais perto do pós-vida, o que pode ajudá-los a produzir a magia para fazer coisas incríveis.
Cristal de cura também, e forte ligação com as energias, como corrigir perigo espiritual e para criar o santíssimo lugar sagrado na terra devido a minha mágica conexão espiritual com espíritos :’)
Este templo será construído no Peru, estou pensando em Machu Pichu mas não estou muito certa ainda.
Vocês podem deixar comentários e me dizer ou me explicar como eu iria construir este templo, quanto dinheiro eu preciso, como eu posso arranjar alguém para esculpir uma estátua para mim e pintá-la. Eu quero uma estátua representando o amor divino e Orientação Espiritual.
Também, provando para os outros que esses espíritos existem será fácil com meu retiro! Será um retiro de meditação kundalini yoga, então você sentirá uma forte força energética fluir através de seu corpo e você se tornará uma pessoa de paz com a natureza.
Eu quero que seja um templo ecologicamente aceito e com pilares geométricos estampados e quadros pintados ao longo das paredes. Isso vai ser uma vista incrível!!
A razão pela qual eu quer que me chamam de “Deus” é porque acredito que todo mundo é um Deus, mas especialmente meu trabalho seria iluminar e ajudar outras pessoas.
O poder de Deus é para ajudar outras pessoas e esta é a minha vontade, ajudar os outros na terra e depois podemos criar uma comunidade de seres intelectual superiores que podem mudar o mundo com um clique de um dedo. Salvar o mundo, salvar a pobreza, salvar animais sendo abatidos, salvar o mundo de quaisquer problemas que possam ocorrer ou estão ocorrendo.
Esta é a minha vontade, para que eu possa estar viva na terra para sempre.
Então, vocês poderiam escrever pedidos sobre como me ajudar a construir um templo no Peru.
Se você quiser, você pode até me ajudar a construir o templo no Peru, se você está disposto a ganhar dinheiro para investir na construção de um templo comigo e você ia ganhar dinheiro com o retiro depois de construído.”

Sem mais artigos