Siti Zainah diz ter engravidado de uma rajada de vento

Siti Zainah jura não ser uma mãe como as outras do planeta. A mulher da Indonésia jura que “engravidou do vento” e, após dar à luz, agora é alvo de investigação da polícia local.

A muçulmana nem sequer foi gestante por nove meses, o que seria normal para um ser humano. Ela explicou que engravidou de “uma raja de vento” e deu à luz uma hora depois.

“Estava deitada de bruços, após a oração da tarde, e de repente senti uma rajada de vento entrar na minha vagina”. Segundo ela, fortes dores no estômago a atingiram 15 minutos depois da “concepção”.

Siti teve uma menina de 2,9 kg em um posto de saúde, o qual procurou após as fortes contrações. A polícia informou que Siti já era mãe de um menino e estava separada do marido há quatro meses.

Segundo os policiais, a gravidez ainda não foi esclarecida. O caso indica uma gravidez enigmática , quando a mulher não reconhece que está grávida até entrar em trabalho de parto.

Sem mais artigos