As carinhas felizes deixaram Laura extremamente triste

As carinhas felizes deixaram Laura extremamente triste

Elas simbolizam alegria, mas para Laura, de 23 anos, se transformaram em motivo de desgosto. Há cinco anos, ele teve duas carinhas felizes tatuadas em seus seios durante uma festa com seus amigos — apenas porque considerava a arte no corpo uma “coisa bacana”.

Cinco anos depois, ela não aguentava mais ver aquelas carinhas. Seu namorado então, nem se fala. Ele dizia que as carinhas “olhavam para ele de jeito estranho”.

“Fui a uma festa de um amigo e tomei alguns drinks. Um amigo meu tinha acabado de fazer uma tatuagem, e nós achamos que seria legal ter alguns desenhos bobinhos marcados no corpo”, explicou Laura.

“O tatuador não tinha muita experiência, então fez essas carinhas, e agora eu lamento profundamente ter feito essas tatuagens”, continuou.

Laura tentou esconder os desenhos de seu namorado o máximo que pôde, mas não teve jeito. Um dia ela mostrou, e ficou constrangida por carregar tal arte corporal.

“Quando a gente começou a namorar, eu tentei esconder o máximo”, explicou a moça. “Agora que ele já viu, fica dizendo que as carinhas estão olhando para ele”, continuou.

Numa festa, ela teve os seus dois seios tatuados em uma brincadeira

Numa festa, ela teve os seus dois seios tatuados em uma brincadeira

Os desenhos viraram motivo de constrangimento

Os desenhos viraram motivo de constrangimento

O casal decidiu participar da seleção para o programa Extreme Beauty Disasters, da TLC, e foi chamado. Laura mostrou suas tatuagens ao Dr. Sam Bunting, e o cirurgião deu duas alternativas: apagar com laser (seria fácil, pois os traços não estão tão fortes e o desenho não é colorido), ou fazer um outro desenho por cima, para acabar com o trauma.

Olha só o que ela escolheu:

Ela resolveu mudar aquilo

Ela resolveu mudar aquilo

E agora não está mais com as carinhas

E agora não está mais com as carinhas

Sem mais artigos