A ideia de um cabeleireiro de Londres de usar uma foto do penteado do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, para atrair clientes foi considerada ofensiva para a embaixada norte-coreana, cujos funcionários foram ao salão para exigir sua retirada.

O cartaz utilizado pela barbearia “M&M Hair Academy, de South Ealing, mostrava uma imagem com o curioso penteado de Jong-un legendado por uma frase: “Penteado ruim? 15% de desconto em cortes de cabelo para homens durante todo o mês de abril”.

O dono da barbearia, Mo Nabbach, pendurou o aviso no dia 9 de abril mas, no dia seguinte, funcionários da legação diplomática norte-coreana – que fica perto do estabelecimento do sul de Londres – se apresentaram no lugar e exigiram falar com o gerente para que fosse retirado, informa hoje a imprensa britânica.

“Penduramos o cartaz com uma oferta de cortes de cabelo masculinos correspondente ao mês de abril, mas não nos demos conta que a embaixada da Coreia do Norte está a dez minutos a pé do salão. No dia seguinte funcionários da Coreia do Norte passaram e pediram falar com o gerente”, declarou o cabeleireiro Karim Nabbach.

Segundo afirmou Karim Nabbach, o proprietário disse aos funcionários da embaixada: “Este país não é a Coreia do Norte, é a Inglaterra, vivemos em democracia, portanto temo que precisarão sair da minha barbearia”.

Pouco depois, o dono denunciou o caso à polícia e o caso não teve maiores desdobramentos.

“Desde então não tivemos nenhum problema. Em todo caso, o anúncio se transformou em atração turística”, disse Karim Nabbach.

“As pessoas entram e nos parabenizam”, acrescentou Nabbach, que admitiu sua alegria porque a frequência em seu salão aumentou bastante com o episódio.

No entanto, “ninguém pede para se tornar um ‘Kim'”, disse.

Sem mais artigos