Pela primeira vez na história, arqueólogos encontraram as pedras sagradas dos Incas. Relatos do século XVI já haviam descrito as pedras cônicas, e elas sempre estiveram relacionadas com o poder dessa civilização.

A descoberta foi feita por uma equipe de arqueólogos radicais, que escalavam montanhas nas condições mais adversas. Colin McEwan, um especialista do Museu Britânico, conta que “era difícil trabalhar e até mesmo respirar lá em cima”.

E ele não está de brincadeira, algumas escavações chegavam a 5 mil metros de altitude. Pra se ter uma ideia, o estádio boliviano Henando Siles, em La Paz está a 3.637 metros acima do nível do mar. A altitude fez com que diversos jogadores de futebol desmaiassem durante as partidas, por não se adaptarem ao ar rarefeito. Em 2007, a FIFA chegou a proibir partidas internacionais em qualquer estádio acima de 2.500 metros, liberando novamente meses depois.

Mas voltando às pedras: Elas tem cerca de 35 centímetros e são muito pesadas, tendo que ser carregadas nas duas mãos. os pesquisadores querem entender a relação dos minerais com o poder da civilização Inca, que dominou uma grande porção da América do Sul.

Elas eram usadas em plataformas sagradas, no topo de montanhas específicas, e eram consideradas uma ligação entre o Sol e os ancestrais Incas.

“Elas estão no coração do grande projeto inca”, disse McEwan.

E eu, que morro de medo dos Deuses Astronautas, quero só ver no que vai dar essa brincadeira de ficar mudando as pedras de lugar. Primeiro foram os espanhóis que mataram todos os Incas, agora são os cientistas. 2012 tá aí, gente, prestenção!

via BBC

Sem mais artigos