Pelo menos 15 pessoas morreram em atentados suicidas em uma região do sul do Iêmen onde acontecem confrontos entre milícias tribais e membros da rede terrorista Al Qaeda, informaram neste domingo fontes oficiais.

As fontes asseguraram que os dois suicidas explodiram na noite passada carros-bomba na região de Arqub, na província de Abian, o que causou a morte de pelo menos 13 milicianos tribais e de dois supostos terroristas.

As milícias tribais apoiam o Exército nesta área conflituosa dentro de uma ofensiva que pretende acabar com as regiões sob controle de Al Qaeda no sul do Iêmen.

Entre as cidades sob domínio do grupo está a localidade costeira de Zinyibar, que foi cenário de duros combates entre terroristas e tropas iemenitas.

Al Qaeda conta com campos de treinamento no Iêmen, segundo as autoridades do país e dos Estados Unidos.

Pelo menos 15 pessoas morrem em atentados suicidas no Iêmen

Sem mais artigos