A Polícia da Noruega divulgou nesta terça-feira os nomes de quatro das 76 vítimas mortais do duplo atentado de sexta-feira passada, as únicas que até o momento pôde identificar oficialmente e comunicar às respectivas famílias.

Trata-se de um jovem que havia acabado de completar 23 anos e que foi baleado em Utoeya, duas mulheres de 56 e 61 anos que morreram no bairro governamental em razão do ataque do carro-bomba, e um homem de 32 anos que também morreu em Oslo em virtude da explosão.

Pelo alto número de visitas, o site da Polícia norueguesa ficou fora do ar momentos antes do horário previsto para a publicação da lista de mortos.

As forças de segurança divulgaram a lista inicial à imprensa local para que eles a publicassem, fazendo a informação chegar aos cidadãos, segundo a rede de televisão pública norueguesa NRK.

Duas horas antes da difusão dos primeiros nomes, a Polícia informou sobre o método escolhido para divulgá-los.

Em entrevista coletiva, um porta-voz afirmou que a cada dia a partir desta terça-feira serão divulgados novos nomes por meio da internet e explicou que o processo é lento porque as famílias devem ser notificadas antes.

Sobre o número de pessoas que permanecem desaparecidas, as forças de segurança preferiram não dar números concretos, mas em dias anteriores foi informado que cinco pessoas ainda não tinham sido encontradas pelas forças de segurança.

Confira os nomes:

Gunnar Linak
, 23 anos;
Tove Ashill Knutsen, 56 anos;
Hanna M. Orvik Endresen, 61 anos;
Kai Hauge, 32 anos.

Polícia divulga nomes de 4 dos 76 mortos nos ataques de Oslo

Sem mais artigos