Atores e cantores do grupo Rebeldes, da TV Record.

FALTAM DOIS

Emilio: A banda é formada por seis palhacinhos. Cadê os outros dois?
Lua: Tá faltando o Chay e a Mel.
Emilio: Estrelinhas?
Sophia: Não! Eles estão no sul do país divulgando o CD. Tão ralando mais do que a gente.
Emilio: São as estrelinhas da banda, tenho certeza absoluta. É muito difícil ter grupo.
Sophia: É difícil! Brincadeira, eles estão indo para o sul mesmo.
Arthur: Eles estão presos em Congonhas, perderam a conexão.
Emilio: Eu sou muito velho nesse microfone. Os Titãs eram assim. Nunca iam todos em um programa porque eles se odiavam.

VIDA CORRIDA

Emilio: Deve ser difícil para vocês ter que fazer novela e ainda viajar com a banda. Como vocês lidam com isso?
Lua: Normalmente gravamos de segunda a quinta e viajamos de sexta a domingo. É show direto e dorme quando pode, dentro do ônibus.
Sophia: Hoje a gente dormiu umas quatro horas e cochilou na salinha antes de entrar aqui.
Emilio: Eu assisti Rebeldes no começo. E agora to vendo Carrossel. Vocês não têm ódio desse figurinista? Não existem esses uniformes em lugar nenhum!
Sophia: Eu tenho vários primos que estudavam em escolas britânicas aqui em São Paulo que utilizavam esses uniformes.

OBREIROS

Emilio: Como é que você entrou no Rebeldes?
Lua: Nós passamos por uma seleção de testes, todo mundo. Foram umas três fases por uns seis meses e passei!
Emilio: Ninguém do elenco é da Igreja Universal?
Carioca: “ O que você está querendo dizer com isso? Essa novela é maravilhosa!”
Emilio: Como é que diz isso? Alguém é guardião… tem um nome.
Carioca: “Os meus obreiros?”
Emilio: Isso! Não tem nenhum obreiro no elenco?
Lua: Todo mundo passou pelos testes e foi aprovado mesmo.

Sem mais artigos