Uma bactéria resistente a antibióticos causou a morte de 16 pacientes de um hospital público do Panamá entre os meses de maio e junho, informou nesta quinta-feira a Caixa de Seguro Social (CSS) do país centro-americano.

Em nota oficial, a CSS informou que a superbactéria, Klebsiella pneumoniae, não havia sido registrada anteriormente no Panamá.

“Boletins epidemiológicos internacionais certificam a aparição desta mesma espécie bacteriana em outros hospitais de Europa e América do Sul“, diz a nota.

Segundo a CSS, o hospital onde houve as mortes é o maior centro de atendimento médico da capital panamenha, e por isso é vulnerável à importação de bactérias originadas em outras partes do mundo. Para evitar o aumento em massa no número de casos, a direção do hospital colocou em funcionamento um sistema de alarme e vigilância hospitalar.

Superbactéria mata 16 pessoas em hospital no Panamá

Sem mais artigos