A torre do Big Ben, um dos monumentos mais conhecidos de Londres, e que tem esse nome em referência ao sino que fica em seu interior, passará a se chamar Elizabeth Tower em homenagem à rainha da Inglaterra, depois que a Câmara dos Comuns britânica aprovou a mudança nesta terça-feira (26).

 

A decisão vem de uma iniciativa promovida pelo deputado conservador Tobias Ellwood, que durante três meses buscou apoios para que o famoso monumento levasse o nome da rainha, segundo ele, “em reconhecimento a seu longo e constante serviço ao país”.

A ideia convenceu a maioria dos parlamentares, que no último dia 2, na mesma semana em que Elizabeth II comemorou seu Jubileu de Diamante pelos 60 anos no trono, apoiaram a mudança de nome com 331 votos a favor, de 650, e o apoio dos líderes dos três principais partidos.

Na época, o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, considerou uma notícia muito boa que tantos membros do Parlamento apoiem “o que será uma merecida homenagem à rainha”.

Depois de a Câmara dos Comuns ter ratificado a decisão, a torre leste do Palácio de Westminster adotará oficialmente o nome da soberana, cuja popularidade vem batendo recordes históricos neste ano por conta do Jubileu.

A segunda das torres do Palácio de Westminster já leva desde 1860 o nome de outra soberana, a rainha Vitória, tataravó de Elizabeth II, que também passou mais de seis décadas no trono. 


Sem mais artigos