Começou na noite de quinta-feira a Festa do Peão de Barretos. Muitas atrações musicais –  até internacionais – devem atrair 800 mil pessoas nos próximos 11 dias.

Além dos shows, uma importante atração é o rodeio, tradição na festa. Tradição que é muito criticada e que já é proibida em muitas cidades do Brasil.

Tradição semelhante na Europa, as touradas já atraíram muito público, mas aos poucos começam a ser proibidas. Alguns dos motivos são a segurança do animal e dos espectadores. Afinal de contas, qual a graça de ver um animal ser torturado e morto, e ainda correr o risco de levar uma chifrada daquelas?

O vídeo acima mostra a crueldade e o perigo que são esses eventos. Dessa vez o “acidente” aconteceu em uma tourada em Navarra, Espanha. 3,5 mil pessoas estavam no estádio Tafalla quando o touro ginasta se empoleirou no muro e pulou por cima da cerca, caindo no meio da arquibancada.

Mais de 40 pessoas ficaram feridas, a maioria com cortes e arranhões leves. Mas nove espectadores tiveram que ser encaminhados a um hospital próximo à Pamplona. Entre eles um garoto de 10 anos que teve diversas fraturas porque ficou em baixo do touro quando ele caiu.

O acidente aconteceu em um momento delicado para as touradas espanholas. No mês passado, a Catalunha foi a primeira grande região espanhola a banir o evento. Felizmente há uma tendência para que essa prática fique apenas no livros de história.

Quando o touro já está encurralado, como chifre quebrado e obviamente apavorado, por volta de 1:20 do vídeo, pode-se ouvir os gritos de dor. Vale lembrar que os 40 feridos estavam lá por livre e espontânea vontade, se divertindo com a dor e a morte de um animal. O touro certamente escolheria outro lugar para se divertir.

E como já é tradição aqui em News, quem torce para o touro levanta a mão! o/

Sem mais artigos