Quem?!?! Cantor de calypso

CORNO
Emílio: Todo homem é corno, não é?
Wanderley: Na verdade eu, modéstia a parte, eu consigo falar bem do corno, da dor do corno., da dor da pessoa. Porque eu canto sobre isso.
Emílio: O compositor, ele fica mais inspirado quando ele tem uma dor de corno, não é?
Wanderley: Não tenha dúvida.
Emílio: Aliás as músicas mais bonitas e mais consagradas falam desse sentimento que é ser corneado.

BREGA
Wanderley: Eu sou muito convidado pra cantar Rock’n’roll, que antes eu cantava rock. Estive agora no Tendence Festival Rock em Palmas, eu, Marcelo Nova.
Bola: Putz, achei que você ia falar Nova York … em Palmas?
Wanderley: Então é assim. A nossa pegada, o calypso que tem aquela pegada, é essa a nossa pegada. O que fizemos foi só colocar uma guitarra a mais, um temperozinho. Me chamam de brega, não sei porque, mas eu adoro!

BOMBA
Wanderley: E é um estilo bem característico nosso. Você vê que não tem duplo sentido. Depois que aconteceu aquela parada nos Estados Unidos, eu fiz a música “Terrorista do amor”.
Silveirinha: Em homenagem ao Bin Laden.
Wanderley: É, mas eu falo pra ele soltar bomba, mas do amor. E ficou legal a canção!

Sem mais artigos