Kelly Osboune provou que valeu a pena sua dieta. A filha do roqueiro Ozzy estrelou a capa da edição de janeiro da revista “Cosmopolitan Body”, vestindo apenas um biquíni.

Com um passado de menina gordinha, a fashionista pode até não querer voltar à silhueta mais cheinha de antes, mas garante não ter intenção de ter um corpo perfeito.

“Eu nunca vou ser o tipo de mulher sexy, e nem quero ser. Aprendi a me respeitar e amar. No Emmy do ano passado, tive o primeiro momento em que eu realmente me senti bem. Coloquei o vestido e quando me olhei no espelho eu chorei”, disse à publicação.

 

 

Kelly afirma ainda que estar magra não é o que te faz feliz e aconselha que o mais importante antes de querer emagrecer é estar feliz consigo mesma. 

”As pessoas pensam que eu perdi peso e é isso que me fez mais feliz. Isso não é verdade, eu tive que aprender a me amar primeiro”, disse.

Recentemente, boatos davam conta de que Kelly teria virado adepta à “dieta do prato”, onde a pessoa deve sempre usar um prato que seja de uma cor diferente que a sua comida. Quem teria indicado o método a ela foi um dos apresentadores do “Fashion Police”, programa do qual Kelly também é apresentadora.

“Tudo foi baseado em um estudo que garante que as pessoas comem 20% mais quando o alimento é da mesma cor do prato. Ela acha que é incrível, ela leva seus pratos para todos os lugares”, disse uma fonte para a revista “Now”. 

Sem mais artigos