Em 1982 Dustin Hoffman estrelou “Tootsie”, filme
que lhe rendeu indicação ao Oscar e no qual ele interpreta um ator que, por não
conseguir emprego, resolve se passar por mulher e com o nome de Dorothy
Michaels consegue um papel em uma novela diurna que se torna um grande sucesso.
Agora, mais de 30 anos após o filme, o ator falou a respeito para o American
Film Institute (AFI). No depoimento Hoffman chorou ao dizer que supervalorizava
a beleza feminina e que ao notar o próprio preconceito, ‘brigou’ pelo papel.

Na entrevista, gravada no final do ano passado, mas que apenas
agora passou a circular com destaque, Hoffman afirma que para aceitar o
trabalho impôs a condição de que realmente teria de realmente se passar por
mulher. Para isso, solicitou testes de maquiagem antes do início das gravações.

Segundo ele, quando se viu no vídeo pela primeira vez na
pele de uma mulher, se sentiu decepcionado por não ter ficado atraente. “Fiquei
chocado com o fato de não ser mais atraente. Eu disse: ‘Agora vocês têm de me
fazer ser uma mulher e me tornar bonita'”, afirma no vídeo. “Achava
que deveria estar mais bonita se fosse para fazer uma mulher, tão bonita quanto
possível.”

Depois da solicitação do ator, a equipe de maquiagem disse que aquilo era o máximo que poderia ser feito e isso fez com que Hoffman repensasse
a forma como tratava as mulheres, baseada, sobretudo, nos atributos físicos.

“Foi neste momento que tive uma epifania, cheguei em
casa e comecei a chorar. Falei para minha esposa que tinha de fazer aquele
filme. E ela perguntou: ‘Por quê?’. Eu disse: ‘Porque, quando me olho no vídeo,
acho que sou uma mulher interessante. E eu sei que, se encontrasse essa minha
versão numa festa, nunca conversaria com ela, porque ela não preenche os
requisitos físicos e se enquadra no padrão de beleza que estabelecemos para
mulheres a quem convidamos para sair.”

Ele ainda disse ter perdido a chance de se relacionar com
muitas mulheres interessantes apenas por não serem bonitas: “Há muitas
mulheres interessantes que eu não tive a chance de conhecer nesta vida, porque
eu tinha sofrido uma lavagem cerebral”.

Assista abaixo (Em inglês):

Dustin Hoffman revela que supervalorizava a beleza feminina até estrelar “Tootsie”

Sem mais artigos