Ontem (1 de fevereiro) o Virgula Lifestyle assistiu ao desfile de Fause Haten no SPFW. Desde o início, a apresentação trouxe algo inesperado. A trilha sonora já era uma curiosidade à parte, se intercalando com momentos de silêncio. As modelos – todas de perucas idênticas, loiras platinadas – faziam o trajeto da passarela e se sentavam em cadeiras enfileiradas em frente ao PIT de fotógrafos.

Após o desfile, as modelos continuavam paralisadas nas cadeiras, com seus looks focados no preto. De repente surgiu uma dupla de bailarinos (Gustavo e Melissa Soares, do Studio 3. Cia de Dança), e junto a um piano começaram um número de dança pra lá de dramático.

Nós do Virgula achamos que embora seja interessante ver performances diferentes na passarela, quando não é deixado claro a relação entre a coleção e o “show”, o conjunto acaba virando uma mistura estranha. Nesse caso, foi o que aconteceu. Nada contra a coleção ou os bailarinos, só achamos que tudo junto ficou confuso.

A coleção outono inverno 2011 de FH por Fause Haten foi inspirada no filme “A Bela da Tarde” e batizada de “N.A.D.A”.

 

Fause Haten aposta em performance artística na passarela

Sem mais artigos