Edward Snowden,
ex-técnico em segurança digital da CIA, ficou conhecido após
divulgar informações sigilosas da Agência de Segurança Nacional
dos EUA (NSA). Muito longe desse universo de espionagem
internacional, uma marca de lingeries alemã, a Blush Berlin,
resolveu aproveitar a fama mundial de Snowden e o mencionou em alguns
de seus anúncios recentes.

“Querido Edward
Snowden, ainda há muito a ser revelado”, diz uma das
propagandas. “Querido Edward, em vez de passar por Moscou ou
Equador, por que não vem a Blush Berlin? Nós oferecemos o melhor
asilo que você pode ter. Temos uma cama e champanhe”, diz outra.

A Agência de Segurança
Nacional dos EUA também não escapou da ironia: “Querida NSA,
não os espiem, compre-os.”

Snowden, que teve seu
passaporte cancelado pelo governo americano, continua em uma zona de
trânsito do aeroporto de Moscou desde que chegou de Hong Kong há
cerca de duas semanas, à espera de um asilo político.

Sem mais artigos