Lady Gaga chamou mais uma vez a atenção dos tabloides pela roupa que estava vestindo. Mas dessa vez não foi por causa de nenhum modelito extravagante, e sim por usar um casaco de pele durante um passeio na cidade de Sófia, na Bulgária.

Logo após a cantora ser fotografada com o casaco, o PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) divulgou uma carta criticando Gaga por ser vista frequentemente usando pele de animais. A carta ainda dizia que ela se contradiz ao usar a peça, já que havia declarado que odiava e não usava nada de pele durante entrevista no talkshow de Ellen Degeneres.

“Querida Lady Gaga, venho aqui por conta de suas recentes aparições vestindo pele de raposa e de carcaça de lobo, as quais contradizem a tudo o que você havia dito. Amnésia? O que houve? São seus estilistas dizendo que essas peles são falsas, ou você é uma traidora? Usando pele você se torna alvo como Kim Kardashian. Enquanto damos continuidade à nossa campanha, nos diga se o que foi dito no programa da Ellen era sincero ou apenas pose”, dizia a carta.

Após a declaração do PETA, a cantora respondeu ironicamente pela sua página oficial no Twitter. “Para aqueles que me acusam, minhas peles são sim reais, e por favor não se esqueçam de creditar a grife Hermès. Obrigada!”.

Outros inimigos declarados do PETA é o casal Kanye West e Kim Kardashian, que costumam ser vistos com casacos de pele que vão até o chão.
 

Sem mais artigos