Renda, seda, conforto e sensualidade se encontram nas lingeries masculinas feitas pela grife especializada Menagerié

A sua ideia de roupas íntimas para homens se baseia em dois ou três tipos de cuecas? Saiba que está precisando se atualizar. Para começar, o termo “lingerie” agora também é usado para a ala masculina e trata das peças que têm riqueza de detalhes, materiais e modelos comparados às opções de calcinhas e sutiãs que só as mulheres tinham.

As marcas especializadas estão crescendo no mercado. Um exemplo é a grife Menagerié, de Los Angeles, nos Estados Unidos. As peças deles usam renda, seda e cetim de alta qualidade em peças “bonitas, chiques e sensuais”. Além disso, eles fazem alterações nos modelos para manter a funcionalidade e conforto.

Nas redes sociais, a campanha cheia de personalidade tem chamado a atenção. Assim como a participação de modelos como Shaun Ross, destaque do universo fashion por levantar a discussões como diversidade na moda e homossexualidade.

As lingeries são vendidas online e têm preços um pouco menos elegantes que as peças. Uma cueca de renda, por exemplo, custa US$ 99 (aproximadamente R$ 325). Já o calção do mesmo material é vendido por US$ 269 (aproximadamente R$ 885).

Veja outros modelos na galeria:

Sem mais artigos