A rede de fast fashion inglesa Topshop, que chegou ao Brasil em 2012, corre o risco de ter as portas fechadas em três lojas que possui em São Paulo.

A razão por traz disso seriam os três processos que o Grupo Iguatemi devido a falta de pagamento dos alugueis das lojas no JK Iguatemi, no Market Place, e no Iguatemi Ribeirão.

Tudo começou quando a responsável pela operação da rede britânica, a SAR Comércio de Vestuário e Acessórios, ficou sem pagar o aluguel por cinco meses. Depois de um acordo e de ter pago um valor estipulado em dezembro de 2013, a empresa deixou de pagar o aluguel nos meses seguintes.

Apesar de os indícios apontarem para o fim das lojas nesses shoppings, ainda há a chance de um acerto entre as partes.

Lojas da Topshop em São Paulo podem fechar as portas

Sem mais artigos