Na contramão do que os desfiles de grandes marcas apresentam durante o São Paulo Fashion Week (SPFW), o Virgula Lifestyle resolveu explorar o “SPFW da vida real” mostrando o look de pessoas comuns que circulam pelas ruas da cidade. Nada melhor do que usar o Centro como cenário dessa empreitada. E foi lá onde aconteceu nesta terça-feira (29), o desfile do estilista Alexandre Herchcovitch, mais precisamente no Theatro Municipal, abrindo o segundo dia de evento.

Nesse contraste, de quem “vive da moda e em voga” e aqueles que estão na outra ponta da esteira, como consumidores e admiradores do segmento, que fomos atrás da opinião do pessoal que circula nessa área e saber o que eles pensam sobre os grandes desfiles, inspirações fashionistas e estilo pessoal.

Passarela x rua  

Para estudante Tairine Silva de Andrade, assim como a grande maioria, roupa de passarela dificilmente dá para ser usada no dia a dia. “Não usaria nenhuma daquelas roupas de desfile. Uma coisa é você acompanhar e tirar algumas ideias de lá, mas isso não quer dizer que dá para sair por aí usando essas coisas mais ousadas e chamativas.”, afirma.

Karina Budi acredita que o que funciona mesmo é misturar as peças. “A ideia é mesclar uma peça de desfile com algum item que seja mais para o dia a dia, que dê para usar nas ruas. Eu mesma faço isso”, diz.

Não se sabe ao certo se a moda invadiu a rua ou a rua invadiu a moda, mas uma coisa é certa, na hora de se vestir a inspiração vem de todos os cantos.

Como o Virgula Lifestyle é um entusiasta de tudo que vem da rua, resolvemos registrar os modelitos que circulam pelo centro de SP. Dá uma olhadinha no vídeo abaixo e na nossa galeria de fotos!

Sem mais artigos