victorias secret repre

Reprodução

Qualquer pessoa que trabalha com varejo, sem dúvida alguma, tem algumas histórias engraçadas para contar sobre clientes chatos ou até difíceis de lidar. Porém, talvez nenhuma seja tão estranha quanto a de uma anônima funcionária da Victoria’s Secret.

A lista de história foi compartilhada por um usuário do Imgur chamado zebracakes210 e revela alguns segredos que talvez você preferisse não saber.

De encontros embaraçosos e roupa íntima manchada de sangue a clientes assustadores que pedem para assistentes da loja desfilarem a lingerie para eles, estas histórias vão fazer você pensar duas vezes sobre trabalhar no varejo. Confira:

1. Fluídos indesejados

“Isso acontece semanalmente. Temos que dobrar todas as calcinhas e colocarmos nas gavetas todos os dias antes de fecharmos e eu encontrar algum tipo de fluído e até sangue nas calcinhas eu tenho que dobrá-las mesmo assim. É realmente nojento. É por isso que temos os protetores de prova, pessoal!”

2. Lactação

“Eu realmente odeio quando as pessoas tentam abusar da nossa política de troca. E este é um dos piores exemplos! Uma senhora entrou com três sutiãs, que ela insistiu que não serviam. Eles foram obviamente usados ​​e ela não conseguia dizer onde eles realmente não serviam. Ela estava nos deu um monte de dor de cabeça e o gerente da loja apenas disse que poderíamos dar crédito na loja, já que nem o recibo da compra ela tinha. Assim que nós os examinamos, vimos grandes pontos molhados nos bojos. Ela tinha lactado neles.”

3. Zero vergonha

“Deixe-me começar dizendo que eu vi tantos seios de senhoras idosas que nem fico incomodado mais. Mas isso não significa que eu queira vê-los. Então, um dia esse homem de 85 anos de idade trouxe sua esposa e me disse que queria que eu a ajudasse a escolher o que ela quisesse, começando com alguns sutiãs novos. Eu me ofereci para ajudá-la a experimentar algumas coisas e quando me virei, ela estava tirando a roupa no meio da loja. Foi muito difícil manter a minha compostura e não fazê-la sentir-se mal por fazer isso.”

4. Muitas mulheres

“Não sei o que dizer sobre esse cara, mas ele vinha todo semana comprar coisas para uma garota diferente. Ele gastava milhares de dólares por mês com essas mulheres. Eu não estou aqui para julgar quem eu sequer conheço, mas foi um pouco surpreendente pra mim. Ele estava na casa dos 70 anos e era uma cavalheiro, mas nada discreto sobre suas atividades recreativas.”

5. Desfile de lingerie

‘Uma mulher de meia-idade foi provar uma lingerie e resolver desfilar no meio da loja, em frente algumas crianças que estavam por ali. Precisei pedir que ela voltasse ao provador e que eu pegaria o que mais ela precisasse. Tive que aguentar várias mãe reclamando comigo. Eu era supervisor na época.”

6. Documento falso

“Na loja que eu estou trabalhando atualmente, um cara queria se cadastrar para fazer um cartão de crédito. É estranho que alguém simplesmente entre na loja e pergunte por isso. Geralmente, precisamos conversar com as pessoas e explicar os benefícios antes delas se decidirem. Ele entregou um documento que era obviamente falso. Fingimos que estávamos pegando as informações dele e ligando para pedir autorização, mas só pedimos para o pessoal do crédito que mandasse uma carta negando o cartão”.

7. Abuso

“Eu e uma assistente da gerência estávamos trocando histórias de clientes, quando ela me disse que uma vez um cara estranho entrou na loja dizendo que queria escolher alguma lingerie para sua mulher. Ele perguntou a ela o que ela compraria, o que já a assustou um pouco. Depois, ele pediu que ela fosse até o provador e experimentasse as peças para ele. Eram lingeries extremamente sexy. Ela o cortou e o mandou embora.”

8. Drogas na loja

“Trabalhei em uma parte complicada da cidade, onde temos um monte de pessoas drogadas e bebêdas diariamente. Eu estava ligada sobre uma mulher, já que ela entrou na loja com a  segurança já atrás dela. Eu era uma supervisora nessa época, e eu e um outro funcionário estávamos prestes a fechar. A mulher tremia e gritava palavrões o tempo todo. Eu decidi ajudar a mulher a pegar algo no seu tamanho em uma gaveta quando eu vi metanfetamina e cocaína com ela. Ela sabia que eu tinha visto, porque ela olhou para mim e fechou a bolsa rapidamente. Ela correu e me entregou o dinheiro e saiu correndo da loja.”

9. Vômito

U”ma mulher estava demorando eternamente no caixa da loja, enquanto o filho dela estava reclamando ali por perto, dizendo que não estava se sentindo bem. Ela simplesmente mandou que ele calasse a boca e fosse paciente. Minutos depois, comecei a ouvir engasgos e barulhos. Corri para a região do caixa e vi que ele tinha vomitado por todo o salão. Ela nem pediu desculpas ou se ofereceu para ajudar. Ela simplesmente saiu.”

10. Frango Frito

“Pouco antes da loja fechar, uma mulher com suas irmãs, filhos e a mãe dela (cerca de 12 pessoas) entraram com vários pacotes de frango frito. Elas começaram a comer o frango na loja, sem qualquer prato ou guardanapo, em cima de nossa mesa de calcinhas, enquanto as crianças corriam pelas loja e destruindo os displays. Esse foi o mais próximo que cheguei de expulsar alguém da loja.”

Sem mais artigos